/ redes sociais

6 Métricas de Redes Sociais para ficar de olho (cuidado com a #1)

As redes sociais são excelentes canais de comunicação e quando utilizadas da maneira correta, trazem resultados significativos para as suas campanhas de marketing digital.

Porém, para que o resultado seja efetivo, é preciso analisar e avaliar constantemente os resultados.

Isso é feito através da análise das métricas das redes sociais, indicadores que mostram os impactos reais das suas ações e o resultado da suas estratégias.

Afinal, os números não mentem e eles são seus aliados na hora de evitar conclusões precipitadas.

Esses dados permitem o acesso a informações extremamente úteis, mostrando onde você deve melhorar, o que pode ser otimizado, o que deve ser descartado etc.

Através da análise desses dados você poderá identificar e aperfeiçoar os pontos fortes e fracos da sua campanha.

Com isso, seus esforços estarão sempre pautados na segurança e na eficiência, pois esses indicadores direcionam seus esforços para uma campanha bem sucedida.

Se você quer saber mais sobre esse assunto, continue lendo este artigo!

1/6 - Curtidas

Essa é uma das métricas mais conhecidas e mostra o número de pessoas que sinalizaram ter gostado de uma determinada página ou publicação, servindo como um ótimo indicador de crescimento.

Ela tem uma grande vantagem que é a capacidade de sinalizar ao público que uma página tem autoridade sobre determinado assunto.

Páginas ou perfis com mais seguidores e curtidas instantaneamente passam uma mensagem de mais autoridade e credibilidade do que aquelas com um menor número.

A desvantagem é que essa é uma métrica de vaidade, pois várias razões podem ter motivado o usuário a curtir a página ou publicação.

Ele pode ter gostado de uma imagem e dado “like”, mas essa curtida por si só não lhe dá informações suficientes para que você possa chegar a uma conclusão satisfatória.

Um exemplo perfeito disso é ver páginas com milhões de seguidores e pouco ou quase nenhum engajamento em suas postagens.

No entanto, essa métrica não perde sua importância e pode lhe ajudar se for analisada em conjunto com algumas outras, passando a ser contextualizada.

Afinal, se sua página tem muitos likes e o engajamento das publicações tem aumentado, isso é um ótimo indicador de que o conteúdo agrada a audiência.

Contudo, é sempre bom lembrar que likes não pagam contas.

Ter um alto número de likes em postagens mas não saber como transformar usuários dando likes em suas postagens em usuários pagando pelos seus serviços trará prejuízos para o seu negócio.

2/6 - Visualização de vídeos

Atualmente, a produção e o consumo de conteúdos em vídeo cresce de maneira assombrosa, demonstrando a importância do monitoramento dessa métrica nas suas campanhas!

Esse indicador mostra o número de vezes que o seu vídeo foi assistido por um usuário e sua desvantagem é que ele também pode ser considerado como uma métrica de vaidade, dependendo do contexto.

Se por um lado essa métrica conta o número de visualizações que seu material audiovisual teve, por outro lado ela não demonstra se as pessoas necessariamente gostaram do que foi assistido.

Então, para que você possa aproveitar essa métrica em sua análise, é necessário contextualizá-la com o objetivo da campanha e com outras métricas.

Esse indicador tem sua importância aumentada quando o engajamento é o objetivo do vídeo.

Nesses casos em que o foco é envolver a audiência, essa métrica pode ser um indicador muito importante, ajudando na sua tomada de decisão sobre os rumos da campanha.

Por isso, sempre analise essa métrica dentro de um contexto!

3/6 - Engajamento

Com essa métrica você pode ter uma ideia precisa se o seu conteúdo está alinhado com as necessidades do seu público e se está gerando reações adequadas nele.

Se a página tem um bom alcance e as publicações não recebem likes, shares e comentários, provavelmente há algo de errado com seu conteúdo.

Esse é um ótimo indicador que serve de bússola na criação de conteúdo, fornecendo informações valiosas sobre a qualidade dos mesmos.

Se você comparar as métricas de engajamento das suas postagens, conseguirá identificar qual tipo de publicação gera mais reações.

Com isso, você poderá focar seus esforços nos conteúdos com maior aceitação e parar de produzir algo insatisfatório.

Essa métrica é ainda mais importante quando se trabalha com alcance pago nas redes sociais, pois se um conteúdo está sendo exibido e não tem engajamento, você está perdendo dinheiro.

E como dissemos no início do artigo, os números não mentem!

Logo, com esses dados você consegue ter uma visão fria sobre o conteúdo, podendo otimizar suas ações e evitar o desperdício de recursos.

4/6 - Alcance

A métrica de alcance mostra quantas pessoas o seu conteúdo atingiu, mostrando se as pessoas estão tendo acesso a ele.

Afinal, de nada adianta produzir algo bom, mas sem alcance suficiente.

Se o objetivo da postagem é atingir o máximo de pessoas, esta é uma métrica que pode servir bastante em suas análises.

Caso seu objetivo não seja o simples alcance e sim um alcance qualificado, esta métrica não lhe dirá muita coisa, podendo ser considerada uma métrica de vaidade.

Afinal, se seu conteúdo tem um bom alcance mas não gera engajamento, é provável que o público alcançado não tenha interesse nele.

Por isso, ressaltamos mais uma vez a importância da análise dos objetivos da campanha junto a outros indicadores!

5/6 - CTR (Click-through rate)

CTR é a métrica que contabiliza o número de cliques que seu conteúdo teve em comparação com o número de vezes em que ele foi visualizado.

Ou seja, ela demonstra claramente o interesse e a motivação do usuário para clicar no material.

Confuso?

Então vamos analisar um exemplo para que você entenda melhor essa métrica.

Se você tem uma postagem que alcançou 10.000 pessoas e destas pessoas somente 30 clicaram no link da postagem, você teve um CTR de 0,3%.

Com esse número em mãos você pode calcular qual o número de alcance você precisa para ter um determinado número de cliques.

Legal, né?

Essa métrica é importante na sua análise e demonstrará se suas postagens são satisfatórias em gerar conversão ou se devem ser modificadas.

Por isso, vale a pena comparar as taxas de conversão dos conteúdos e ver qual está performando melhor.

Assim você poderá adaptar os materiais para seguir o padrão vencedor.

6/6 - Custos por resultado (CPC/CPA/CPM)

Você deve prestar muita atenção nas métricas de custo por resultado ao fazer uma campanha paga nas redes sociais.

Afinal, elas te dão uma visão clara sobre como você está investindo seu capital e servem para que você faça previsões de custos futuros e cálculos de rentabilidade da sua estratégia.

CPC é uma sigla para “custo por clique” e serve para identificar quanto você gasta para cada clique que recebe.

Ou seja, esta métrica leva em conta quanto você gastou para alcançar um determinado número de pessoas e quantos cliques você conseguiu com esse alcance.

A fórmula é simples: gasto por impressões dividido pelo número de cliques.

Já o CPA é o custo por ação e serve para indicar o quanto você gastou por cada conversão (de acordo com a que foi determinada).

Digamos que você tinha 1.000 reais em uma campanha e obteve 500 cadastros na lista de email marketing.

Neste caso, seu CPA é de R$ 2,00 para cada cadastro, ou seja, R$ 1.000 dividido por 500 leads.

Agora falaremos do CPM, que é uma sigla para custo por milhar e serve para mostrar o valor gasto para cada 1.000 impressões de anúncio.

Por exemplo, se você pagou 50 reais para que seu anúncio apareça 10 mil vezes, seu CPM é de R$ 5,00. Ou seja, você gastou 5 reais para cada 1.000 impressões de anúncio.

Legal, né?

Conclusão ✔️

Existem diversas métricas que lhe ajudam a seguir na direção correta com as suas ações nas redes sociais.

A análise e monitoramento delas é fundamental para que você saiba o que funciona e o que deve ser corrigido em suas campanhas, sinalizando onde você deve empregar seus esforços para ser bem-sucedido.

Essa atitude da busca por melhorias deve ser levada a outras áreas do seu negócio, como na análise da qualidade do servidor de hospedagem onde seu site está localizado.

Já pensou se você faz uma campanha super elaborada nas redes sociais e na hora dos usuários clicarem para comprar seu produto o site estiver fora do ar?!

Para evitar situações como essa, você deve utilizar um servidor de hospedagem capaz de lidar com picos de acessos, principalmente quando você trabalha com redes sociais onde é muito fácil viralizar e receber um número absurdo de visitas.

Para garantir a estabilidade do seu site, utilize um cloud server.

Ao utilizar um servidor cloud você garante muito mais performance, estabilidade e segurança para sua aplicações.

Clique aqui e veja como a Configr pode lhe ajudar e conheça mais sobre nossa plataforma de hospedagem cloud automatizada!

Tiago Amaral

Tiago Amaral

Estudante de Publicidade e Propaganda. Apaixonado por escrita e redação, escreve e cria histórias desde sempre e se interessa por assuntos como futurismo, growth hacking e content marketing.

Read More
X

Cansado de perder tempo configurando servidores?

Com a Configr você tem tudo o que precisa para hospedar seus sites e aplicações de forma fácil, segura e automatizada.

Quero migrar meus sites
6 Métricas de Redes Sociais para ficar de olho (cuidado com a #1)
Share this