/ hospedagem

Como um servidor de hospedagem de qualidade pode aumentar o faturamento do seu site

Escolher um servidor de hospedagem é uma decisão que não deve ser tomada de um dia para o outro. Não importa quão bom seja, uma má escolha de host pode arruinar a performance do seu site e dificultar a vida dos seus clientes, deixando o site lento e inseguro.

Não se trata apenas do plano de hospedagem escolhido, pois muitas vezes as principais métricas que são exibidas para você não são aquelas que vão ter grande impacto no desempenho do site. Para realmente tomar uma decisão consciente, você precisa entender completamente como sua escolha de hospedagem afeta o tráfego, o envolvimento e a rentabilidade do seu site.

Neste post, vamos explorar cinco critérios-chave para você ter em mente. Quando terminarmos, você saberá exatamente o que procurar ao contratar uma empresa de hospedagem de sites.

Vamos lá!

1. Velocidade do Site

Quase 50% dos visitantes esperam que os sites sejam carregados dentro de dois segundos ou menos , e aproximadamente 40% irão abandonar seu site se demorar mais de três segundos. Subestimar o impacto de um tempo de carregamento longo pode resultar em muito prejuízo para sua marca, especialmente para sites de e-commerce.

Há alguns anos, um estudo interno da Amazon determinou que um mero aumento de 100 ms em seu tempo de carregamento da página levou diretamente a uma queda de 1% nas vendas.

Assumindo que seu site está devidamente otimizado, seu tempo de carregamento deve ser incrivelmente rápido, a menos que seu host não seja de qualidade.

Se as coisas não estão como você espera, pode ser devido à falta de investimento na infraestrutura do servidor ou a uma sobrecarga de servidores compartilhados - o que nunca deve ocorrer, a menos que seu provedor esteja negligenciando fortemente suas responsabilidades.

Então, o que exatamente você pode fazer para evitar contratar um servidor de hospedagem lento?

Sua melhor aposta é fazer uma pesquisa rápida no Google para ler comparativos e análises independentes, que incluem testes de velocidade e performance. Há uma enorme comunidade de profissionais por aí que dedicam tempo para avaliar esse tipo de serviço, e geralmente fazem artigos bem detalhados.

2. Uptime, o tempo de atividade do site

A importância do tempo de atividade do ponto de vista do proprietário do site é bastante simples de entender. Para cada minuto que seu site passa offline, você estará perdendo tráfego e (principalmente) vendas.

De acordo com um estudo realizado pela IHS , que entrevistou 400 clientes de médio a grande porte, a maioria das empresas enfrenta uma média de cinco quedas de rede por mês. Não precisamos nem dizer que downtimes são sérios para qualquer tipo de negócio.

Existem muitos motivos pelos quais ocorrem downtimes, como:

  • Falha de dispositivos de rede
  • Falta de supervisão constante por parte dos administradores do sistema
  • Quedas de energia
  • Alterações de configuração mal implementadas
  • Ataques DDoS

Embora seja impossível para qualquer provedor oferecer 100% de tempo de atividade, os melhores trabalham incrivelmente para chegar o mais perto possível desse número. É importante escolher um host que possa chegar o mais próximo possível de 100% de tempo de atividade.

3. Suporte

Quem nunca viu uma mensagem de erro dessa ao tentar acessar seu site? Pois é, acredito que um dia você já tenha visto esse erro.

Normalmente - antes de jogar sua caneca de café na tela - as pessoas verificam se há alguma mensagem do seu servidor de hospedagem em relação a interrupções programadas ou se há alguma menção em suas contas de mídia social. Nada. O próximo passo é enviar um e-mail para o suporte deles para verificar se você não fez alguma besteira do seu lado, e então aguardar na fila de espera para ser atendido.

Um dia depois - tempo suficiente para que você já tenha perdido vendas potenciais - você finalmente obtém uma resposta, e descobre que alguns servidores precisaram ser reinicializados. Todo o problema poderia ter sido resolvido em minutos se o seu host tivesse administradores de sistema de plantão, ou se preocupassem em verificar suas mensagens prontamente.
A moral dessa história é que, ao ler os reviews e comparações entre os hosts, você deve sempre considerar a reputação de um provedor em relação ao suporte. Se eles são conhecidos por um suporte ruim, você deve levar o seu negócio para outro lugar.

4. Segurança

Os invasores estão constantemente à procura de vulnerabilidades ​​para obter acesso a seus servidores e a qualquer informação valiosa armazenada nele.

Exemplos de práticas de segurança de baixa qualidade incluem o uso de versões desatualizadas de painéis de administração (como o cPanel ) e ferramentas de gerenciamento de banco de dados, além do armazenamento de senhas sem hashing.

Esses tipos de problemas podem ser difíceis de identificar, a menos que você seja um especialista ou estejam incluídos nos reviews que você leu.

Por isso, antes de se comprometer com qualquer provedor, recomendamos a realização de uma simples pesquisa no Google para verificar se o servidor que você escolheu já passou por um episódio desses.

5. Escalabilidade

O critério final que escolhemos incluir nesta lista é de longe a mais simples - escalabilidade.

Se você está executando uma loja virtual ou um blog pessoal, o crescimento do site (e, consequentemente, do faturamento) deve ser o objetivo principal.

Um bom servidor fornecerá uma ampla variedade de planos, projetados para atender a vários orçamentos e sites que exigem recursos variados.

Se você está começando o seu site, o ideal é que você escolha um plano sob medida, que não tenham recursos a mais do que você precisaria. É a mesma coisa que comprar uma Ferrari para dar a volta no quarteirão.

A empresa de hospedagem que você escolher esperançosamente também informará quando é hora de fazer upgrade para um plano de nível mais alto, oferecendo mais recursos para suas necessidades específicas.

Conclusão

Apesar de a estrutura e construção do seu site ser importante, o seu servidor de hospedagem representa a base do seu site. Se você tiver uma base fraca, será impossível sustentar um belo site.

Um bom host fará com que seu site atinja todo seu potencial simplesmente fornecendo estabilidade e suporte de qualidade quando você precisar.

Quando você estiver procurando por um host para seu próximo projeto (ou reconsiderando seu provedor existente), lembre-se de ficar de olho nos critérios que mencionamos anteriormente:

1- Um tempo de carregamento baixo do seu site diminui a taxa de rejeição de seus usuários (menos pessoas saindo do seu site)
2- Tempos de atividade (uptime) devem estar o mais próximo possível de 100%
3- Seu servidor deve contar com um excelente time de suporte para te ajudar
4- Práticas de segurança sólidas para garantir a segurança de seus sites e os dados de seus visitantes.
5- Espaço suficiente para seus projetos decolarem!

O que você considera ser o critério mais importante para procurar em um serviço de hospedagem? Compartilhe sua opinião conosco na seção de comentários abaixo!

X

Cansado de perder tempo configurando servidores?

Com a Configr você tem tudo o que precisa para hospedar seus sites e aplicações de forma fácil, segura e automatizada.

Quero migrar meus sites
Como um servidor de hospedagem de qualidade pode aumentar o faturamento do seu site
Share this